Consciência na ação, AMOR na reação

Hoje é o melhor dia, agora é a melhor hora!

Com o coração desperto, vibrando em gratidão e aceitação pelo momento, podemos juntos agradecer por mais um dia de vida, e pelas infinitas possibilidades que o agora nos traz. Concentrados em nossa respiração, percebemos que tudo no universo é regido por leis sutis, que manifestam a perfeição e o equilíbrio em todos os níveis. Do micro ao macro, tudo é regido pelo AMOR, a energia inteligente e consciente da criação, presente em cada partícula dos múltiplos universos e dimensões.

Inspirando conscientemente, percebemos que além do oxigênio e demais gases da atmosfera, estamos inalando energias mais sutis, que “alimentam” nossos outros veículos em evolução, movimentando a energia vital que une a tudo. Essa energia cósmica universal é o AMOR fluindo em nossas vidas, enchendo nossos átomos com todos os potenciais e virtudes existentes, dando-nos a possibilidade de manifestar qualquer realidade, aqui e agora.

Na expiração podemos perceber que nossa realidade funciona em ciclos, que tudo se renova e que precisamos “eliminar” as toxinas que produzimos através de uma cadeia complexa de ações e reações. Assim como nosso corpo recebe o oxigênio e devolve o gás carbônico, nossa alma recebe sentimentos genuínos de AMOR e muitas vezes devolve ao universo outras emoções “intoxicadas”. Este é o princípio de funcionamento do ego, que sempre quer o melhor para si, e deixa os restos para os demais.

 

O princípio da unidade é a coesão, a união consciente entre as partículas, o altruísmo! O AMOR é o Altruísmo em Movimento Ordenado e Rítmico, um fluxo coeso e inteligente de energias e vibrações, a essência de toda a existência. Nosso verdadeiro aprendizado como consciências é desenvolver a percepção total desta realidade, utilizando o nossa consciência como “filtro da neutralidade”, manifestando nosso poder de transmutar tudo aquilo que percebemos. Com o coração desperto podemos nos tornar mais altruístas e fazer como as plantas, “transformar o gás carbônico em oxigênio”, escolhendo o AMOR como resposta para qualquer situação, agindo como uma verdadeira família que ama e aceita sua escolha de viver neste planeta.
Que no dia de hoje cada SER possa perceber sua verdadeira identidade, o AMOR.

Mautama Krishnarabi

This entry was posted in Pensenes Espirituais. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta