Glossário

Aqui você encontra os termos mais peculiares utilizados nos textos do blog AMOR Cristalino. Caso tenha algum termo que você não compreenda que ainda não faça parte de nosso glossário, você pode deixar seu comentário abaixo ou enviar um e-mail para mautama@liderdeouro.com.br solicitando o esclarecimento e inclusão do tópico aqui no glossário!

Animismo: Conjunto de fenômenos psíquicos e/ou parapsíquicos produzidos pela consciência intrafísica, induzidos somente pela vontade, sem interferência de consciências extrafísicas (espíritos). A telepatia, telecinesia são exemplos de fenômenos anímicos.

Avatar: Os orientais acreditam que os avatares são a personificação de Deus que encarnam na terra para ensinar a humanidade. Estes seres já transcenderam mais da metade de seus carmas e se tornam livres do ciclo das encarnações. Krishna, Buda e Jesus são alguns dos avatares.

Chacras ou Chakras: são vórtices de energia, resultante do cruzamento de dois ou mais nadis. Eles representam sete portas, sete níveis de consciência que se abrem no momento propício, à medida que evoluímos. Conhecido
também como plexos, centros energéticos.

Consciex: Consciência extrafísica. Sinônimos: Espírito (Desencarnado), alma. Quando benevolentes são conhecidos como: anjos, amparadores, guias. Quando considerados malévolos com baixo nível de lucidez e consciência: demônios, obsessores, assediadores, fantasmas, almas penadas.

Conscin: Consciência intrafísica; a personalidade humana,condição humana. Ser humano.

Cosmoconsciência: Condição ou percepção interior da consciência do cosmo, da vida e da ordem do universo, em uma exaltação intelectual e cosmoética impossível de se descrever, quando a consciência sente a presença viva do
Universo e se torna una com ele, em uma unidade indivisível. Há comunicação interconsciencial nesta condição peculiar. Ver Onisciência e Samadhi.

Cosmoética: (cosmo + ética) – Ética ou reflexão sobre a moral cósmica, multidimensional, que define a holomaturidade, situada além da moral social, intrafísica, ou que se apresenta sob qualquer rótulo humano. É uma especialidade da conscienciologia.

Dessoma: (des + soma) – Desativação somática, próxima e inevitável para todas as consciências intrafísicas. Sinônimo: Morte.

Deus: Onisciência, onipotência e onipresença. Primopensene. Energia Imanente. Sinônimos: Alá, Buda, Jeová, Brahma, Rá, Osíris, Tupã etc.
Fonte de tudo, princípio da criação, AMOR.

Dimener: (dime + ener) – dimensão energética das consciências.


Energossoma: paracorpo energético da consciência, o mesmo que holochacra.

Estado Vibracional (EV): Condição técnica de dinamização máxima das energias do holochacra, através da impulsão da vontade.
Experiência da Quase Morte (EQM): Ocorrência projetiva, involuntária ou forçada por circunstâncias humanas, críticas, da consciência humana, comum a doentes terminais, e sobreviventes de morte clínica.

Holístico: Relativo ao holismo. Segundo o evolucionista Jan Christian Smuts (1870-1950), o holismo é “um processo de síntese criadora”; as totalidades resultantes de tal processo são “dinâmicas, evolucionárias e criadoras”. A
tendência holística do universo, no entender de Smuts, se manifesta por etapas, desde a realidade material até os “todos ideais”, “valores absolutos” ou “ideais holísticos”.

Holochacra: (holo + chacra) – Paracorpo energético da consciência humana.

Holomaturidade: (holo + maturidade) – Condição da maturidade integrada – biológica, psicológica, holossomática e multidimensional – da consciência humana.

Holopensene: (holo + pensene) – pensenes agregados ou consolidados. Sinônimo envelhecido pelo uso: egrégora. Esta palavra gera resistência em larga faixa dos leitores sérios das ciências (projeciologia pág 1104). Na minha visão, o holopensene é um pensene dominante em algum lugar ou consciência. Exemplo: O holopensene de um mosteiro é uma energia serena de paz e tranquilidade. Os monges têm seus holopensenes baseados nesse sentimento de paz e tranquilidade, ou seja, consolidam seus pensamentos dominantes, formando um modo de pensar e agir, com base nesse nível de energia.
Outro exemplo de holopensene: após os “atentados” de 11 de Setembro, um sentimento comum que se espalhou foi o medo. O medo tomou conta dos Estados Unidos, e as pessoas ficaram com medo de morrer, de sofrer com o terror, medo da violência, medo de perder parentes queridos, medo da dor, etc.
Esse medo é um padrão pensênico, e que, agregado ou consolidado por um grupo de pessoas, se torna um holopensene.

Holomemória: (holo + memória) – Memória causal, composta, multimilenar, multiexistencial, implacável, ininterrupta, pessoal, que retém todos os fatos relativos à consciência; mutlimemória; polimemória.

Holossoma: (holo + soma) – Conjunto dos veículos de manifestação da consciência intrafísica: soma, holochacra, psicossoma e mentalsoma; e da consciência extrafísica; psicossoma e mentalsoma.
Intrusão energética: Invasão de uma consciência em outra, através das energias conscienciais ou do holochacra.

Mentalsoma: (mental + soma)- Corpo mental; o paracorpo do discernimento da consciência.

Mediunismo: Ao contrário do animismo, os fenômenos mediúnicos ocorrem com interferências de consciências extrafísicas, podendo ocorrer com ou sem passividade por parte da consciência intrafísica. A possessão espiritual e a psicografia são os fenômenos mediúnicos mais comuns.

Nadis: Os nadis funcionam como as veias e artérias de nossos corpos mais sutis conduzindo o prana (energia vital imanente).

Onipotência: Poder Supremo, absoluto, infinito. Poder infinito de Deus. Representado pelo Deus Pai Criador e o Raio Azul.

Onipresença: Presença em todos os lugares simultaneamente; ubiqüidade. Representado pelo filho a encarnação do amor através do Raio Rosa.

Onisciência: Saber absoluto; conhecimento de todas as coisas; ciência universal (um dos atributos de Deus). Estado de maior expansão da consciência. Sétimo nível da consciência. Representado pelo Espírito Santo e a chama dourada da Sabedoria. Cosmoconsciência Contínua.

Paracérebro: Cérebro extrafísico do psicossoma da consciência nos estados extrafísicos (consciex), intrafísico (conscin) e projetado, quando através do psicossoma.

Paradigma Consciencial: Teoria-líder da Conscienciologia fundamentada na própria consciência como objeto principal de estudos e pesquisas.

Parapsiquismo: Habilidade de perceber, captar e interagir com energias mais sutis (consciências extrafísicas, dimensões extrafísicas), através de percepções extrasensoriais (parapercepções). Os fenômenos mediúnicos mais comuns são a clarividência, clariaudiência, as projeções conscientes, a
psicometria e psicografia.

Primopensene: O mesmo que causa primária do Universo; o primeiro pensamento que foi composto. Esse vocábulo não tem plural. Deus.
Projeção da Consciência: Projeção da consciência intrafísica para além do soma; experiência extracorpórea. Experiência fora do corpo. Viagem astral.

Projetabilidade Lúcida: Qualidade parafisiológica, projetiva, lúcida, da consciência, capaz de descoincidir-se ou tirar os seus veículos de manifestação na condição de alinhamentos do holossoma, inclusive através da impulsão da própria vontade.

Psicossoma: Paracorpo emocional da consciência; o corpo objetivo da consciência intrafísica.

Salto Quântico: Todos nós aprendemos nas aulas de química que os elétrons mudam de camada, e essa mudança ocorre sem que o elétron percorra um espaço entre a sua camada de origem e a camada de destino. Esse fenômeno é chamado salto quântico. Um salto quântico é uma mudança no status de um
conjunto de circunstâncias para outro conjunto de circunstâncias que tem lugar imediatamente, sem passar pelas circunstâncias intermediárias. Os cientistas não conseguiram desenvolver um equipamento que possa prever estes saltos quânticos. Para explicar tais fenômenos, surgiram vários modelos matemáticos
baseados nas probabilidades, mas que nunca podem ser totalmente previsíveis. Ou seja, não existe espaço entre você e seu sonho, um salto quântico pode conduzi-lo para onde você desejar. É matematicamente possível.

Soma: Corpo humano, o veículo mais rústico do holossoma da consciência humana.

Tenepes: Tarefa energética pessoal, diária, multidimensional, com a assistência permanente de amparadores, a longo prazo ou para o restante da vida física.

Vedanta: Um dos seis sistemas filosóficos do bramanismo sectário da Índia, chamados ortodoxos, considerado como a essência dos Vedas. (Procedente em grande parte dos Upanishads, o vedanta deu origem a diversas escolas que afirmam a unidade essencial de todas as coisas e se orientam pela busca do estado de perfeição.)

Vedas: Conjunto das escrituras sagradas de várias religiões da Índia, principalmente do vedismo, do bramanismo e do hinduísmo. A mais antiga literatura indo-européia, sua origem data de 3102 a.C.

Deixe uma resposta